WEB RÁDIO NOVA ALIANÇA GOSPEL

NOSSOS PARCEIROS MISSÃO EVANGELIZAR È PRECISO

NOSSOS PARCEIROS IDE E PREGAI O EVANGELHO

NOTICIAS E INFORMAÇÃO DO MUNDO GOASPEL

RÁDIO NOVA ALIANÇA E AS NOTICIAS DO MUNDO CRISTÃO 24 HORAS NO AR NOVA ALIANÇA LÍDER EM AUDIÊNCIA

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Hackers muçulmanos invadem site cristão brasileiro e ameaçam: “Suas mulheres serão nossas”

O extremismo islâmico começa a dar as caras no Brasil, com ameaças e gestos hostis a cristãos e judeus. Na última quarta-feira, 26 de abril, o portal cristão Libertar foi invadido por hackers muçulmanos e teve sua página inicial alterada para uma mensagem de ódio. A invasão hacker aconteceu por volta das 15h00 e exibia uma bandeira preta, similar à exibida pelo Estado Islâmico em seus vídeos e territórios ocupados, com os traços da bandeira brasileira e a inscrição “Allahu Akbar” (“Alá é grande”). Assinada por um grupo de extremistas brasileiros, autodenominado Team Jihad Brasil, a invasão trazia ainda outras mensagens, com ofensas e ameças: “Judeus e cristãos são porcos sujos” e “Nós viemos para sua terra. Em breve suas mulheres serão nossas”. O administrador do site Libertar, jornalista e missionário Marcos Paulo Góes, publicou um texto afirmando que a invasão foi um gesto de retaliação à postura editorial do ministério: “Atualmente temos postado diversas notícias sobre o projeto de dominação islâmica pelo mundo, perseguição a cristãos, entre outras coisas”, escreveu. “O que mais chamou minha atenção foi a assinatura dos hackers: um grupo chamado ‘Jihad Brasil’, ou seja, a ação se originou de um grupo extremista de dentro do Brasil!”, acrescentou, demonstrando perplexidade com a rapidez com que os extremistas islâmicos recrutam pessoas à sua causa. + Muçulmanos chegam ao Brasil para divulgar o islamismo: “O nome do nosso deus é Alá” Posteriormente, Góes recuperou o controle da página e conseguiu derrubar a invasão. O jornalista e missionário salientou que esse episódio “serve para deixar claro a que estágio chegou a ação dos extremistas islâmicos no Brasil”. Além das ações de reforço de segurança do portal, Góes notificou a Polícia Federal sobre o episódio e aguarda as providências cabíveis. A seu ver, a investida dos extremistas é “parte de uma agenda globalista esquerdista, que é destruir toda resistência da cultura judaico-cristã conservadora pelo mundo, e o Brasil é um alvo declarado!”.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

Polícia fecha rádio gospel pirata e prende dois pastores em flagrante

A Polícia Civil do estado de São Paulo prendeu em flagrante dois pastores na última terça-feira, 25 de abril, por manter um programa em uma rádio gospel pirata que funcionava no interior do estado. A identidade dos pastores, que tinham 43 e 47 anos de idade, não foi revelada, mas a Polícia Civil informou que a emissora, chamada Sintonia FM, operava na frequência 105,5 em Pindamonhangaba (SP). A investigação sobre a rádio pirata começou há dois meses, após a Polícia receber uma denúncia de interferência em telecomunicação. Ao longo do período destacado, os policiais tentaram identificar a origem do sinal da emissora, e descobriu-se que a antena ficava localizada em um terreno, e o estúdio em outro local. Rádios piratas voltadas ao público evangélico são extremamente comuns Brasil afora, mas os transmissores dessas emissoras, geralmente, não são homologados pela Anatel, o que pode causar interferências na comunicação de aviões, ambulâncias e outros serviços essenciais, e até, bloqueando sinal de rádios e TVs legalizadas. De acordo com informações da TV Vanguarda, afiliada da Globo, os pastores apresentavam um programa na hora do almoço, com pregações e músicas gospel. Esse era também o perfil de toda a programação da rádio pirata. O portal G1 informou que foram apreendidos computadores, antenas e outros equipamentos eletrônicos que eram usados para manter a rádio no ar. Após serem levados para a delegacia e prestarem depoimento, os pastores pagaram fiança de R$ 937 cada um, e vão responder em liberdade ao crime de atividade clandestina de telecomunicação.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Reforma Trabalhista é aprovada: saiba o que muda e como votaram os deputados da bancada evangélica

A Reforma Trabalhista proposta pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB) teve sua segunda vitória na tramitação na Câmara dos Deputados, sendo aprovada no plenário por 296 votos contra 177 na última quarta-feira. Agora, o texto será analisado pelo Senado, e a tendência é que o resultado seja o mesmo. Diferentemente da Reforma da Previdência, a reforma das leis trabalhistas não precisava de uma quantidade mínima de votos, desde que estivessem presentes ao menos 257 deputados na Casa e a maioria simples fosse favorável ao texto. O texto aprovado sofreu apenas uma mudança em relação ao relatório que havia sido apresentado no dia anterior: fica proibido a penhora de bens de entidades filantrópicas e seus diretores para a quitação de despesas trabalhistas. De acordo com informações do portal Uol, a “alma da reforma” foi preservada no texto: agora, os acordos entre empregado e empregador se sobrepõem ao previsto na legislação, seguindo a tendência das leis trabalhistas nos principais países do mundo, como os Estados Unidos, por exemplo. Porém, esses acordos coletivos não podem interferir em questões como 13º salário, férias, licença-maternidade e seguro-desemprego. Um artigo específico de proteção contra a terceirização de trabalhadores CLT foi aprovado. As empresas terão que aguardar 18 meses antes de recontratar um funcionário demitido. A ideia – que não estava prevista no projeto original e foi inserida pelo deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) – é evitar que os trabalhadores sejam mandados embora para, em seguida, serem recontratados como terceirizados, com salário menor. A proteção contra a terceirização indiscriminada foi elogiada até pelos partidos de oposição ao governo. Imposto sindical Com a Reforma Trabalhista, os empregados não são mais obrigados a doar um dia de trabalho para os sindicados de suas categorias. Agora o trabalhador poderá decidir se quer ou não contribuir com o valor equivalente a um dia de sua remuneração. O Solidariedade – partido que tem parlamentares com origem nos sindicados, como Paulinho da Força (SP) – tentou aprovar uma cláusula de transição para extinção da obrigatoriedade da contribuição sindical. A proposta era que, ao longo de três anos, essa contribuição caísse, sucessivamente, para 75% de um dia de trabalho no primeiro ano, 55% de um dia de trabalho no segundo ano e 35% no terceiro ano. A partir do quarto ano, a contribuição obrigatória acabaria. Entretanto, a cláusula de transição foi rejeitada por 259 votos a 159. Assim, uma herança da época do presidente Getúlio Vargas deixa de existir na legislação trabalhista brasileira. PJ Será permitido às empresas negociar com os funcionários a mudança do regime de vínculo trabalhista com os empregados. Assim, os patrões poderão demitir funcionários contratados pela CLT e recontratá-los como autônomos, caso seja de comum acordo. A mudança foi criticada pelo deputado André Figueiredo (PDT-CE): “Dessa forma, o trabalhador não tem mais direito a Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), a 13º e a nenhum direito trabalhista”. A Câmara dos Deputados aprovou a chamada “regra do trabalho intermitente”, que permite que o funcionário ganhe de acordo com o tempo que trabalhar, conforme a necessidade da empresa, mesmo que seja para um trabalho de poucas horas. Ao todo, 110 artigos da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) foram alterados, de acordo com o relator do projeto, Rogério Marinho. Confira abaixo, os dez principais pontos da Reforma Trabalhista: -Convenções e acordos coletivos poderão se sobrepor às leis; -Alguns direitos específicos não podem ser modificados por acordo, como: 13º salário, FGTS, licença-maternidade, seguro-desemprego; -A jornada de trabalho pode ser negociada, mas sem ultrapassar os limites da Constituição; -O tempo do intervalo, como o almoço, pode ser negociado, mas precisa ter no mínimo 30 minutos, se a jornada tiver mais do que seis horas; -Os acordos coletivos podem trocar os dias dos feriados; -As férias poderão ser divididas em até três períodos, mas nenhum deles pode ter menos do que cinco dias, e um deve ter 14 dias, no mínimo; -O imposto sindical se torna opcional; -A reforma define as regras para home office; -Ex-funcionário não pode ser recontratado como terceirizado nos 18 meses após deixar a empresa; -Gestantes e quem está amamentando poderão trabalhar em ambientes insalubres se isso for autorizado por um atestado médico. No caso das grávidas, isso só não será possível se a insalubridade for de grau máximo; Confira como votaram os deputados federais, com destaque em negrito para os integrantes da bancada evangélica: DEM Abel Mesquita Jr. (RR) Sim Hélio Leite (PA) Sim Pauderney Avelino (AM) Sim Marcos Rogério (RO) Sim Professora Dorinha Seabra Rezende (TO) Sim Juscelino Filho (MA) Sim Vaidon Oliveira (CE) Sim Felipe Maia (RN) Sim Efraim Filho (PB) Sim Mendonça Filho (PE) Sim Claudio Cajado (BA) Sim Elmar Nascimento (BA) Sim José Carlos Aleluia (BA) Sim Paulo Azi (BA) Sim Carlos Melles (MG) Sim Misael Varella (MG) Sim Norma Ayub (ES) Sim Francisco Floriano (RJ) Sim Marcos Soares (RJ) Sim Sóstenes Cavalcante (RJ) Sim Alexandre Leite (SP) Sim Eli Corrêa Filho (SP) Sim Jorge Tadeu Mudalen (SP) Sim Marcelo Aguiar (SP) Sim Missionário José Olimpio (SP) Sim Alberto Fraga (DF) Sim Mandetta (MS) Sim Osmar Bertoldi (PR) Sim Onyx Lorenzoni (RS) Sim PCdoB Professora Marcivania (AP) Não Rubens Pereira Júnior (MA) Não Chico Lopes (CE) Não Luciana Santos (PE) Não Alice Portugal (BA) Não Davidson Magalhães (BA) Não Jô Moraes (MG) Não Jandira Feghali (RJ) Não Orlando Silva (SP) Não PDT Hissa Abrahão (AM) Não Deoclides Macedo (MA) Não Weverton Rocha (MA) Não André Figueiredo (CE) Não Leônidas Cristino (CE) Não Carlos Eduardo Cadoca (PE) Sim Wolney Queiroz (PE) Não Ronaldo Lessa (AL) Não Félix Mendonça Júnior (BA) Não Subtenente Gonzaga (MG) Não Sergio Vidigal (ES) Não Flávia Morais (GO) Não Dagoberto Nogueira (MS) Não Assis do Couto (PR) Não Afonso Motta (RS) Não Pompeo de Mattos (RS) Não PEN Junior Marreca (MA) Sim Erivelton Santana (BA) Sim Walney Rocha (RJ) Não PHS Carlos Andrade (RR) Não Pastor Eurico (PE) Não Givaldo Carimbão (AL) Não Marcelo Aro (MG) Sim Dr. Jorge Silva (ES) Não Marcelo Matos (RJ) Sim PMB Weliton Prado (MG) Não PMDB Cabuçu Borges (AP) Sim Elcione Barbalho (PA) Sim José Priante (PA) Sim Simone Morgado (PA) Não Lucio Mosquini (RO) Sim Marinha Raupp (RO) Sim Flaviano Melo (AC) Sim Jéssica Sales (AC) Sim Josi Nunes (TO) Sim Alberto Filho (MA) Sim Hildo Rocha (MA) Sim João Marcelo Souza (MA) Sim Aníbal Gomes (CE) Sim Moses Rodrigues (CE) Sim Vitor Valim (CE) Não Marcelo Castro (PI) Sim André Amaral (PB) Sim Hugo Motta (PB) Sim Veneziano Vital do Rêgo (PB) Não Jarbas Vasconcelos (PE) Sim Kaio Maniçoba (PE) Sim Cícero Almeida (AL) Não Lucio Vieira Lima (BA) Sim Fábio Ramalho (MG) Sim Leonardo Quintão (MG) Sim Mauro Lopes (MG) Sim Newton Cardoso Jr (MG) Sim Rodrigo Pacheco (MG) Sim Saraiva Felipe (MG) Sim Lelo Coimbra (ES) Sim Alexandre Serfiotis (RJ) Sim Altineu Côrtes (RJ) Sim Celso Jacob (RJ) Sim Celso Pansera (RJ) Não Laura Carneiro (RJ) Sim Pedro Paulo (RJ) Sim Sergio Zveiter (RJ) Sim Soraya Santos (RJ) Sim Wilson Beserra (RJ) Sim Zé Augusto Nalin (RJ) Não Baleia Rossi (SP) Sim Carlos Bezerra (MT) Sim Valtenir Pereira (MT) Sim Daniel Vilela (GO) Sim Pedro Chaves (GO) Sim Carlos Marun (MS) Sim João Arruda (PR) Sim Rocha Loures (PR) Sim Sergio Souza (PR) Sim Celso Maldaner (SC) Sim Mauro Mariani (SC) Sim Rogério Peninha Mendonça (SC) Sim Ronaldo Benedet (SC) Sim Valdir Colatto (SC) Sim Alceu Moreira (RS) Sim Darcísio Perondi (RS) Sim Jones Martins (RS) Sim José Fogaça (RS) Não Mauro Pereira (RS) Sim PP Hiran Gonçalves (RR) Sim André Abdon (AP) Sim Beto Salame (PA) Não Conceição Sampaio (AM) Não Lázaro Botelho (TO) Sim André Fufuca (MA) Sim Waldir Maranhão (MA) Sim Adail Carneiro (CE) Sim Iracema Portella (PI) Sim Maia Filho (PI) Sim Beto Rosado (RN) Sim Aguinaldo Ribeiro (PB) Sim Eduardo da Fonte (PE) Não Fernando Monteiro (PE) Sim Arthur Lira (AL) Sim Cacá Leão (BA) Sim Mário Negromonte Jr. (BA) Sim Roberto Britto (BA) Sim Ronaldo Carletto (BA) Sim Dimas Fabiano (MG) Não Franklin Lima (MG) Sim Luiz Fernando Faria (MG) Sim Renato Andrade (MG) Não Renzo Braz (MG) Sim Toninho Pinheiro (MG) Sim Marcus Vicente (ES) Sim Julio Lopes (RJ) Sim Simão Sessim (RJ) Sim Fausto Pinato (SP) Sim Paulo Maluf (SP) Sim Ricardo Izar (SP) Sim Ezequiel Fonseca (MT) Sim Rôney Nemer (DF) Não Roberto Balestra (GO) Sim Dilceu Sperafico (PR) Sim Nelson Meurer (PR) Sim Esperidião Amin (SC) Não Jorge Boeira (SC) Não Afonso Hamm (RS) Não Covatti Filho (RS) Sim Jerônimo Goergen (RS) Sim Luis Carlos Heinze (RS) Sim Renato Molling (RS) Sim PPS Arnaldo Jordy (PA) Não Eliziane Gama (MA) Não Arthur Oliveira Maia (BA) Sim Luzia Ferreira (MG) Sim Alex Manente (SP) Sim Pollyana Gama (SP) Sim Marcos Abrão (GO) Sim Rubens Bueno (PR) Sim Carmen Zanotto (SC) Não PR Edio Lopes (RR) Sim Remídio Monai (RR) Sim Vinicius Gurgel (AP) Sim Lúcio Vale (PA) Sim Alfredo Nascimento (AM) Sim Luiz Cláudio (RO) Sim Vicentinho Júnior (TO) Sim Cabo Sabino (CE) Não Gorete Pereira (CE) Sim Silas Freire (PI) Sim Zenaide Maia (RN) Não Adelson Barreto (SE) Não João Carlos Bacelar (BA) Sim José Carlos Araújo (BA) Sim José Rocha (BA) Sim Aelton Freitas (MG) Sim Bilac Pinto (MG) Sim Brunny (MG) Sim Delegado Edson Moreira (MG) Sim Marcelo Álvaro Antônio (MG) Não Marcelo Delaroli (RJ) Sim Paulo Feijó (RJ) Sim Capitão Augusto (SP) Sim Marcio Alvino (SP) Sim Miguel Lombardi (SP) Sim Milton Monti (SP) Sim Tiririca (SP) Não Laerte Bessa (DF) Sim Delegado Waldir (GO) Não Magda Mofatto (GO) Sim Christiane de Souza Yared (PR) Não Giacobo (PR) Sim Luiz Nishimori (PR) Sim Jorginho Mello (SC) Sim Cajar Nardes (RS) Sim PRB Silas Câmara (AM) Sim Lindomar Garçon (RO) Sim Alan Rick (AC) Sim César Halum (TO) Sim Cleber Verde (MA) Sim Ronaldo Martins (CE) Não Jony Marcos (SE) Não Márcio Marinho (BA) Sim Pastor Luciano Braga (BA) Sim Lincoln Portela (MG) Não Dejorge Patrício (RJ) Não Rosangela Gomes (RJ) Sim Antonio Bulhões (SP) Sim Beto Mansur (SP) Sim Celso Russomanno (SP) Sim Marcelo Squassoni (SP) Sim Roberto Alves (SP) Sim Vinicius Carvalho (SP) Sim Carlos Gomes (RS) Sim PROS Odorico Monteiro (CE) Não Eros Biondini (MG) Não Felipe Bornier (RJ) Não Ronaldo Fonseca (DF) Não Toninho Wandscheer (PR) Sim PRP Nivaldo Albuquerque (AL) Sim PSB Maria Helena (RR) Sim Janete Capiberibe (AP) Não José Reinaldo (MA) Sim Luana Costa (MA) Não Danilo Forte (CE) Sim Átila Lira (PI) Sim Heráclito Fortes (PI) Sim Rodrigo Martins (PI) Sim Rafael Motta (RN) Não Danilo Cabral (PE) Não Fernando Coelho Filho (PE) Sim Gonzaga Patriota (PE) Não João Fernando Coutinho (PE) Sim Marinaldo Rosendo (PE) Sim Tadeu Alencar (PE) Não JHC (AL) Não Valadares Filho (SE) Não Bebeto (BA) Não Júlio Delgado (MG) Não Tenente Lúcio (MG) Sim Paulo Foletto (ES) Sim Flavinho (SP) Não Keiko Ota (SP) Não Luiz Lauro Filho (SP) Sim Fabio Garcia (MT) Sim Tereza Cristina (MS) Sim Leopoldo Meyer (PR) Não Luciano Ducci (PR) Não Heitor Schuch (RS) Não Jose Stédile (RS) Não PSC Júlia Marinho (PA) Não Andre Moura (SE) Sim Irmão Lazaro (BA) Não Arolde de Oliveira (RJ) Sim Jair Bolsonaro (RJ) Sim Eduardo Bolsonaro (SP) Sim Gilberto Nascimento (SP) Sim Pastor Marco Feliciano (SP) Sim Professor Victório Galli (MT) Sim Pastor Takayama (PR) Sim PSD Marcos Reategui (AP) Sim Delegado Éder Mauro (PA) Sim Joaquim Passarinho (PA) Sim Átila Lins (AM) Sim Expedito Netto (RO) Não Irajá Abreu (TO) Sim Victor Mendes (MA) Sim Domingos Neto (CE) Sim Júlio Cesar (PI) Sim Fábio Faria (RN) Sim Rômulo Gouveia (PB) Sim André de Paula (PE) Sim Fábio Mitidieri (SE) Não Antonio Brito (BA) Não José Nunes (BA) Não Paulo Magalhães (BA) Sim Jaime Martins (MG) Sim Marcos Montes (MG) Sim Raquel Muniz (MG) Sim Stefano Aguiar (MG) Não Goulart (SP) Sim Herculano Passos (SP) Sim Jefferson Campos (SP) Sim Walter Ihoshi (SP) Sim Rogério Rosso (DF) Sim Heuler Cruvinel (GO) Sim Thiago Peixoto (GO) Sim Edmar Arruda (PR) Sim Evandro Roman (PR) Sim Reinhold Stephanes (PR) Sim Sandro Alex (PR) Sim João Paulo Kleinübing (SC) Sim João Rodrigues (SC) Sim Danrlei de Deus Hinterholz (RS) Sim PSDB Shéridan (RR) Sim Nilson Pinto (PA) Sim Arthur Virgílio Bisneto (AM) Sim Mariana Carvalho (RO) Sim Raimundo Gomes de Matos (CE) Sim Rogério Marinho (RN) Sim Pedro Cunha Lima (PB) Sim Betinho Gomes (PE) Sim Bruno Araújo (PE) Sim Daniel Coelho (PE) Sim Pedro Vilela (AL) Sim Jutahy Junior (BA) Sim Caio Narcio (MG) Sim Domingos Sávio (MG) Sim Eduardo Barbosa (MG) Sim Marcus Pestana (MG) Sim Paulo Abi-Ackel (MG) Sim Rodrigo de Castro (MG) Sim Otavio Leite (RJ) Sim Adérmis Marini (SP) Sim Bruna Furlan (SP) Sim Carlos Sampaio (SP) Sim Eduardo Cury (SP) Sim Izaque Silva (SP) Sim João Paulo Papa (SP) Sim Lobbe Neto (SP) Sim Mara Gabrilli (SP) Sim Miguel Haddad (SP) Sim Ricardo Tripoli (SP) Sim Silvio Torres (SP) Sim Vanderlei Macris (SP) Sim Vitor Lippi (SP) Sim Nilson Leitão (MT) Sim Izalci Lucas (DF) Sim Célio Silveira (GO) Sim Fábio Sousa (GO) Sim Giuseppe Vecci (GO) Sim Elizeu Dionizio (MS) Sim Geraldo Resende (MS) Sim Luiz Carlos Hauly (PR) Sim Nelson Padovani (PR) Sim Geovania de Sá (SC) Não Marco Tebaldi (SC) Sim Yeda Crusius (RS) Sim PSL Dâmina Pereira MG Não Alfredo Kaefer (PR) Sim PSOL Edmilson Rodrigues (PA) Não Chico Alencar (RJ) Não Glauber Braga (RJ) Não Jean Wyllys (RJ) Não Ivan Valente (SP) Não Luiza Erundina (SP) Não PT Beto Faro (PA) Não Zé Geraldo (PA) Não Angelim (AC) Não Leo de Brito (AC) Não Zé Carlos (MA) Não José Airton Cirilo (CE) Não José Guimarães (CE) Não Luizianne Lins (CE) Não Assis Carvalho (PI) Não Luiz Couto (PB) Não Paulão (AL) Não João Daniel (SE) Não Afonso Florence (BA) Não Caetano (BA) Não Jorge Solla (BA) Não Nelson Pellegrino (BA) Não Robinson Almeida (BA) Não Valmir Assunção (BA) Não Waldenor Pereira (BA) Não Adelmo Carneiro Leão (MG) Não Leonardo Monteiro (MG) Não Margarida Salomão (MG) Não Padre João (MG) Não Patrus Ananias (MG) Não Reginaldo Lopes (MG) Não Givaldo Vieira (ES) Não Helder Salomão (ES) Não Benedita da Silva (RJ) Não Chico D´Angelo (RJ) Não Luiz Sérgio (RJ) Não Wadih Damous (RJ) Não Ana Perugini (SP) Não Andres Sanchez (SP) Não Arlindo Chinaglia (SP) Não Carlos Zarattini (SP) Não José Mentor (SP) Não Nilto Tatto (SP) Não Paulo Teixeira (SP) Não Valmir Prascidelli (SP) Não Vicente Candido (SP) Não Vicentinho (SP) Não Ságuas Moraes (MT) Não Erika Kokay (DF) Não Rubens Otoni (GO) Não Vander Loubet (MS) Não Zeca do PT (MS) Não Enio Verri (PR) Não Décio Lima (SC) Não Pedro Uczai (SC) Não Bohn Gass (RS) Não Henrique Fontana (RS) Não Marco Maia (RS) Não Marcon (RS) Não Maria do Rosário (RS) Não Paulo Pimenta (RS) Não Pepe Vargas (RS) Não PTB Josué Bengtson (PA) Sim Sabino Castelo Branco (AM) Não Nilton Capixaba (RO) Sim Pedro Fernandes (MA) Sim Paes Landim (PI) Sim Wilson Filho (PB) Sim Adalberto Cavalcanti (PE) Sim Jorge Côrte Real (PE) Sim Benito Gama (BA) Sim Cristiane Brasil (RJ) Sim Deley (RJ) Não Arnaldo Faria de Sá (SP) Não Nelson Marquezelli (SP) Sim Jovair Arantes (GO) Sim Alex Canziani (PR) Sim Ronaldo Nogueira (RS) Sim Sérgio Moraes (RS) Não PTdoB Silvio Costa (PE) Não Rosinha da Adefal (AL) Não Luis Tibé (MG) Sim Cabo Daciolo (RJ) Não PTN Jozi Araújo (AP) Sim Francisco Chapadinha (PA) Sim Carlos Henrique Gaguim (TO) Sim Aluisio Mendes (MA) Sim Antônio Jácome (RN) Não Ricardo Teobaldo (PE) Sim Bacelar (BA) Não Ademir Camilo (MG) Não Luiz Carlos Ramos (RJ) Não Dr. Sinval Malheiros (SP) Não Renata Abreu (SP) Sim Alexandre Baldy (GO) Sim PV Uldurico Junior (BA) Não Evair Vieira de Melo (ES) Sim Antonio Carlos Mendes Thame (SP) Sim Evandro Gussi (SP) Sim Roberto de Lucena (SP) Não Leandre (PR) Sim Rede Sustentabilidade Alessandro Molon (RJ) Não Miro Teixeira (RJ) Não Aliel Machado (PR) Não João Derly (RS) Não Solidariede Wladimir Costa PA Sim Benjamin Maranhão PB Sim Augusto Coutinho (PE) Sim Laercio Oliveira (SE) Sim Laudivio Carvalho (MG) Não Zé Silva (MG) Não Carlos Manato (ES) Não Aureo (RJ) Não Major Olimpio (SP) Não Paulo Pereira da Silva (SP) Não Augusto Carvalho (DF) Não Lucas Vergilio (GO) Sim Delegado Francischini (PR) Não
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Ministério da Cultura repassa R$ 8 milhões da Lei Rouanet para exposição com propaganda islâmica

Uma exposição controversa com mensagem de apologia ao islamismo recebeu aproximadamente R$ 8 milhões de incentivo do Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, e será realizada em São Paulo, para alunos das escolas da rede pública. O repasse da verba foi aprovado ainda no governo Dilma Rousseff (PT), e agora será efetivado, para que a exposição aconteça entre os dias 29 de agosto e 03 de dezembro. Chamada “1001 Invenções: descobrindo o duradouro legado da civilização muçulmana”, a exposição foi idealizada pelo jordaniano Ahmed Salim, dono da 1001 Inventions Ltda., organização sediada em Londres, Inglaterra. Junto á exposição, será exibido o documentário “O que o mundo islâmico fez por nós”, que mostra a trajetória de um inventor muçulmano medieval, chamado Ibn Al-Jazari. O filme mostra apenas sete invenções e foi alvo de críticas em outros países, assim como toda a exposição. “As intenções podem ser boas, mas a exposição desconsidera sérias diferenças importantes entre a ciência moderna e a ciência medieval, e distorce a história para servir a uma agenda atual de perfeita harmonia entre a ciência e o Islã”, comentaram o físico Taner Edis, da Truman State University, e Sonja Brentjes, do Max Plack Institute for the History of Science, de Berlim, em um artigo. Além da exposição e da exibição do documentário, o projeto prevê ainda a entrega de 115 mil cartilhas para os estudantes de 7 a 17 anos que forem ao local, o que demonstra o interesse de popularização do islamismo no Brasil. De acordo com seu idealizador, o projeto tem o interesse de “despertar o interesse do público, em especial os estudantes a respeito do tema central proposto”, que vem a ser o islamismo, além da “finalidade de descortinar esse passado (muçulmano) encoberto pelos acontecimentos atuais e pelo próprio modo como foi contada a história ocidental”.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

terça-feira, 25 de abril de 2017

Professora persegue alunos cristãos e impõe o uso de adesivos com bandeira homossexual

A doutrinação do ativismo gay rapidamente vem ganhando contornos de perseguição e censura religiosa. O caso de uma professora que proibiu seus alunos de exibirem referências ao cristianismo e os obriga a adesivar a bandeira da militância LGBT é um exemplo disso. Lora Jane Riedas se tornou notícia ao redor do mundo por colar adesivos com a bandeira LGBT nos cadernos de seus alunos, e transformar sua sala de aula em uma verdadeira exposição com os símbolos do ativismo gay. A professora de Matemática, no entanto, se tornou alvo de constante vigilância por parte da entidade Liberty Counsel, que enviou uma carta às escolas públicas do condado de Hillsborough, na Flórida, expondo os excessos praticados pela docente. Riedas dá aulas na Riverviiew High School e entrou no radar da entidade quando retransmitiu uma publicação do portal Huff Post sobre a teoria Queer, a origem da ideologia de gênero. A mensagem dizia que aquela era a forma correta de “falar às crianças sobre o que significa ser um aliado do movimento LGBTQ”. Posteriormente, descobriu-se que a professora é membro do Instituto de Liderança da Rede de Educação para Gays, Lésbicas e Héteros’ (GLSEN, na sigla em inglês) e, de acordo com informações do Charisma News, proibiu pelo menos três alunos de usarem colares com cruzes em sua sala de aula, alegando que eles são “símbolos de gangues”. A professora, que é homossexual, teria exigido que uma aluna deixasse de usar o colar com a cruz e passou a persegui-la, fazendo reiteradas acusações de “mau comportamento”, quando a aluna não aceitou manter o adesivo com a bandeira LGBT em seu caderno. As investigações sobre os abusos da professora revelaram ainda que ela e sua parceira – que também é professora na mesma escola – fizeram outros gestos de menosprezo e desrespeito à fé cristã. A parceira de Riedas chegou a vestir-se de freira durante uma semana de atividades extracurriculares, com um crucifixo de caveiras, e zombou nas redes sociais, dizendo estar com “um mau hábito”. Politização dos alunos O ativismo da professora é tamanho que ela promoveu o movimento chamado “Dia do Silêncio”, criado pelo GLSEN, na última sexta-feira, 21 de abril, exigindo dos alunos a partir de 12 anos que se envolvessem em alguma ação da militância LGBT, sem consultar os pais a respeito. Em tom de ameaça, a professora sugeriu aos alunos que eles poderiam “se juntar ao movimento para se dar bem” ou correrem o risco de serem “excluídos”, em caso de optarem por discordar de seus pontos de vista. “O comportamento de intimidação de Lora Jane Riedas é ultrajante e inconstitucional”, comentou Mat Staver, fundador e presidente do Liberty Counsel. “Um professor não pode proibir os alunos de usarem colares com cruzes, enquanto outros estudantes são autorizados a usar qualquer outro tipo de adorno”, acrescentou. Staver concluiu prometendo manter-se alerta: “Os professores não podem retaliar contra os alunos que se recusam a exibir adesivos com arco-íris em seus livros ou cadernos para promover uma agenda política LGBT. A sala de aula é para a aprendizagem, não para promover a agenda LGBT”, reiterou.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

segunda-feira, 24 de abril de 2017

“Missionários” muçulmanos chegam ao Brasil para divulgar o islamismo: “O nome do nosso deus é Alá”

Um grupo de muçulmanos paquistaneses desembarcou no Amazonas na última semana para divulgar o islamismo junto aos brasileiros da cidade de Iranduba, localizada a 27 km da capital do estado, Manaus. Vestidos com a tradicional kandoora, o “vestido” masculino dos muçulmanos, os “missionários” querem divulgar sua fé Brasil afora, como parte de um plano mundial de popularização do islamismo. O empresário Mahmoud Mouas, um dos diretores do Centro Islâmico do Amazonas, afirmou ao portal Em Tempo que os “missionários” muçulmanos não oferecem perigo aos moradores da cidade. “São pessoas pacíficas, que apenas estão fazendo trabalho de divulgação da fé e não pensam em se instalar em Iranduba”, disse, acrescentando que nessa semana, eles viajarão para outras cidades da Região Norte do país. Mouas comentou o estardalhaço que a visita dos muçulmanos causou na cidade, e disse compreender que é perfeitamente normal que os amazonenses se assustassem com o visual dos “missionários”: “Mesmo no mundo globalizado, as pessoas ainda estranham as culturas que são diferentes das delas”, finalizou. + Muçulmanos crescem no Brasil convertendo fiéis evangélicos, diz pesquisadora A emissora amazonense TV Em Tempo, afiliada do SBT, fez uma reportagem com os moradores de Iranduba sobre a visita inusitada recebida pela cidade, e revelou que os muçulmanos não gostaram de ser filmados. Um dos missionários, que se comunica razoavelmente bem em português, explicou o motivo de sua passagem pelo Brasil: “Nossa religião é o islã. Nós somos irmãos. O nome do nosso deus é Alá”, afirmou, em entrevista na TV. “Eu não entendi foi nada, porque eles falam mais enrolado do que nós todos, juntos”, comentou uma moradora, aos risos. Assista à reportagem:
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Pastor assembleiano está desaparecido desde quarta-feira; Família pede orações

Um pastor evangélico está desaparecido desde a tarde da última quarta-feira, 19 de abril, e os familiares buscam informações que ajudem localiza-lo. Toda a cidade onde ele vive foi mobilizada nas buscas. Luiz Gonzaga Sousa Salazar é pastor da Assembleia de Deus CIADSETA, em Arapoema, no estado do Tocantins. Sua ausência teria sido notada às 15h00 da última quarta-feira. Salazar é popularmente conhecido na cidade como “Cristo” e atua como pastor-auxiliar da congregação assembleiana, liderada pelo pastor Genival Gomes de Lima, 2º vice-presidente da Convenção Ciadseta. Segundo informações do portal JM Notícia, um ex-vereador de Arapoema, chamado Jurandir Fidelis, está ajudando os familiares na busca de informações, e o que se descobriu é que ele teria tomado uma van em direção a Palmas, capital do estado. “Não temos mais informação do pastor Luiz Gonzaga, desde ontem [quarta-feira]. Aqui em Arapoema, toda a cidade e a igreja estão se mobilizando para encontrarmos o pastor“, comentou Jurandir Fidelis, que vem liderando as buscas. Ainda não há informações sobre o caso da parte da polícia. A família pede orações e informações sobre o paradeiro do pastor Luiz Gonzaga Sousa Salazar. O número do voluntário Jurandir Fidelis é 063 99989-0196, e ele está concentrando as informações de terceiros, encaminhadas por WhatsApp.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por-http://www.radionovaalianca.net/

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Refugiados muçulmanos estão agredindo cristãos nas ruas da Austrália, denuncia pastor

Um dos efeitos colaterais da imigração em massa de muçulmanos para países que abriram as portas para refugiados do Oriente Médio e da África está se revelando agora: cristãos estão sendo agredidos nas ruas por causa de sua fé. Um pastor australiano vem se dedicando a denunciar as agressões de muçulmanos a cristãos, protagonizados por gangues. Apenas na cidade de Sydney, uma das maiores da Austrália, foram registrados quatro casos nos últimos meses. De acordo com informações do portal Daily Telegraph, o pastor George Capsis – que lidera uma comunidade cristã grega no país – vem orientando os fiéis a não exibir nada que faça referência ao cristianismo, como pingentes e/ou colares com crucifixo, até que o governo tome providências. A jornalista Miranda Devine escreveu, recentemente, que um cristão ortodoxo de 30 anos chamado Mike foi atacado por uma dessas gangues e teve seu crucifixo arracando de seu pescoço, além de ter sido pisoteado por quatro dos extremistas, que diziam palavras ofensivas a Jesus. O fiel foi submetido a exames que comprovaram as lesões resultantes da agressão. Ele contou aos policiais que os extremistas desferiram chutes contra ele quando já tinha caído. Os poucos veículos de imprensa que deram destaque ao caso passaram a tratá-lo como perseguição religiosa. “Eu nasci na Austrália, mas sou de família grega. Eu sempre usei meu crucifixo. Para eles arrancarem e pisarem nele está claro que foi um crime religioso. Não quero me sentir inseguro em meu próprio país”, afirmou Mike. No momento do ataque, Mike estava acompanhado de sua namorada, que também foi agredida por duas mulheres que acompanhavam os extremistas. Ela afirmou que eles repetiam “Alá” durante as agressões, e faziam xingamentos em árabe. No entanto, as referências a Jesus foram todas pronunciadas em inglês, idioma oficial da Austrália. O jovem cristão contou que o ataque aconteceu próximo à estação de metrô de Belmore, e que os seguranças do local viram as agressões, mas não fizeram nada para conter os extremistas. Sentindo-se desamparado, Mike procurou o pastor George Capsis para denunciar o caso. “Este não é um incidente isolado. Há gangues desses jovens de origem muçulmana que têm assediado pessoas que eles identificam como cristãos…. Você não ouve falar sobre isso porque ninguém está relatando isso”, denunciou o pastor, destacando que os casos são registrados nos arredores das estações de metrô no sudoeste de Sydney. “É como o seu território. Eles não querem cristãos ou outros tipos de ‘infiéis’ lá”, acrescentou.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

Estande de sex shop gospel chama atenção em feira erótica: “Revolução sexual cristã”

Uma feira erótica está sendo realizada no Rio de Janeiro voltada ao público que consome os produtos como géis, óleos de massagem, prolongadores de ereção e vibradores, entre outros. E o estande que mais atraiu atenção foi o de uma sex shop gospel. A loja Secret Toys (“brinquedos secretos”, em tradução do inglês) vem sendo alvo de grande procura na Sexy Fair, que está sendo realizada no Centro de Convenções SulAmérica, no Centro do Rio de Janeiro. Lá, os empresários João Ribeiro, 40 anos, e Lídia Ribeiro, de 33, casados e evangélicos, divulgam os produtos de sua loja, dedicada ao público cristão brasileiro, segundo informações do jornal Extra. “Resolvemos entrar nesse mercado quando descobrimos que era algo que podia ajudar casais. Vi muitos amigos deixarem a igreja porque tinham problemas de relacionamento e não encontravam respostas para isso. Muitos ouviam que aquilo era ação do diabo para destruir o relacionamento deles. Na maioria dos casos era uma questão bem mais simples, uma dificuldade sexual que podia ser corrigida com a ajuda de cosméticos”, justifica João Ribeiro. De acordo com o empresário, o produto mais procurado pelos evangélicos é o vibrador Bullet, um acessório menos invasivo que os vibradores tradicionais, que se vale de uma pequena cápsula vibratória com controle e serve para estimular o clitóris e o ponto G da mulher. Além desse produto, géis excitantes também estão entre os favoritos das fiéis, e o casal de empresários expôs um produto, da mesma categoria, que promete “esquentar” a vagina: “A ação começa em apenas 15 segundos após a aplicação. Além de excitar, ele esquenta, vibra e pulsa”, explicou o empresário.
João e Lidia Ribeiro concedem entrevista ao G1 sobre a sex shop gospel
Desde que começou a trabalhar nessa área, João Ribeiro diz enfrentar preconceito e resistência, mas reagiu à adversidade com palestras e consultorias. “Quando se fala em sexualidade, as pessoas já pensam logo em sexo. Mas sexualidade abrange muitas outras questões. Quem ouve falar pela primeira vez em sex shop fica com preconceito, mas após ver nosso trabalho, ouvir nossas palestras, essa percepção muda”. “Antigamente, a mulher não sabia o que era o orgasmo. Sexo era só para procriar, não para ter prazer. O que nós fizemos foi adaptar o mercado sensual à revolução sexual cristã”, contextualizou. A atenção aos detalhes é a forma que o casal encontrou para se diferenciar das lojas comuns no ramo: evitam a cor vermelha, por exemplo. “Para atender ao público evangélico, é importante saber respeitar os dogmas e crenças de cada um. Um dos tabus, que a gente sabe respeitar, é quanto ao uso de produtos para sexo anal. Para as mulheres, o que a gente mais indica é o excitante feminino, um gel que dá sensibilidade para a mulher ter mais prazer. Para os homens, o prolongador de ereção. Géis comestíveis, para massagem, também são boas pedidas”, resume.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por-http://www.radionovaalianca.net/

Líderes cristãos se mobilizam para aconselhar pais sobre como reagir ao jogo da Baleia Azul

A nova fonte de preocupação para pais com filhos adolescentes chama-se Desafio da Baleia Azul. O jogo, que conduz os participantes ao suicídio, tornou-se febre entre adolescentes e ligou a luz de alerta em líderes cristãos. O pastor Renato Vargens, escritor, blogueiro e líder da Igreja Cristã da Aliança, publicou um artigo sobre o assunto e chamou a atenção para a responsabilidade dos pais nos relacionamentos de seus filhos adolescentes, e o que fazem nas horas vagas. Vargens observa que “no jogo há desde tarefas simples, como desenhar uma baleia num papel, até outras muito mais mórbidas, como cortar os lábios, furar a palma da mão ou desenhar no braço com uma lâmina uma baleia”, e acrescenta que “o desafio mais macabro deste maldito jogo é sempre o mesmo: suicídio”. “Apesar de não generalizar, sou tomado pela convicção que boa parte dos adolescentes que aceitam participar do jogo da baleia azul, o fazem por se sentirem deprimidos, o que em parte se deve a ausência de pais e mães”, explicou Vargens, que destacou a dedicação dos pais ao trabalho como um fator de ausência na vida dos filhos. “Quantos adolescentes que mesmo vivendo com seus pais, não recebem por parte destes atenção carinho, amor e disciplina? Eu particularmente tenho visto inúmeros adolescentes deprimidos, angustiados, sem ânimo algum pelo fato inequívoco de terem sido abandonados em vida por seus pais”, lamentou. Para contribuir de forma efetiva na resolução do problema, o pastor elaborou uma lista de conselhos para que, através do relacionamento, pais de adolescentes possam prevenir que seus filhos fiquem expostos às insanidades do mundo contemporâneo. Confira: Ame seu filho e lembre-se que amor se mostra através de atitudes; Dedique tempo ao seu filho. Seja presente, priorize ele, vá ao cinema, ao estádio de futebol, a um parque e gaste tempo em comunhão e relacionamento pessoal; Seja o melhor amigo de seu filho; Se perceber que ele está se isolando dos amigos, da família, com um comportamento marcado pela tristeza, tente conversar com ele e se necessário for procure ajuda profissional; Procure ver com quem ele está se relacionando na escola, na internet ou em outro ciclo de relacionamento qualquer; Ore com e por ele. Depressão Marisa Lobo, psicóloga e palestrante, publicou um artigo em sua coluna aqui no Gospel+ explicando os detalhes da manipulação premeditada que existe no jogo da Baleia Azul, e alertou para o risco ao qual os adolescentes estão expostos nas redes sociais. “Para se ter uma ideia da gravidade, o nome da pessoa que aliena jovens para o jogo suicida chama-se “curador”, que cura a depressão e tristeza dos jovens. A maioria são meninas. Os 50 desafios são todos de automutilação. As pessoas que se deixam alienar, ficam reféns desses maníacos, psicopatas que sentem prazer ao dominar pela dor e sofrimento suas vítimas”, observou. Segundo Marisa Lobo, a sedução aos adolescentes passa pela ideia de confrontar os pais e se livrar da autoridade que eles representam: “A problemática desse jogo é que quem entra convida os amigos, que convidam outros amigos. Existe uma linha muito tênue entre vida e morte que fascina e atrai muitos adolescentes, que estão passando por uma crise normal da adolescência, uma crise de contestação da autoridade dos pais, de valores, uma busca de si mesmos”. “Precisamos repensar nossa educação. Essa desconstrução da identidade de nossos jovens, essa busca compulsiva por “felicidade”, essa falta de fé, vem adoecendo de morte nossas crianças. Vamos clamar pelas nossas crianças e agir, educar mais, amar mais. Em nome de Jesus , dêem mais atenção aos seus filhos, monitorem seus filhos, dialoguem mais com seus filhos”, orientou.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por-http://www.radionovaalianca.net/

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Pastor critica homens “infantilizados” e cobra papel da Igreja no amadurecimento dos jovens

O pastor Renato Vargens chamou a atenção para o crescente número de homens que se comportam como meninos e adiam ao máximo a assunção de compromissos comuns à idade madura. No artigo, Vargens afirma que “essa geração tem sido marcada por homens infantilizados que devido a super-proteção proveniente de seus pais não amadureceram”, e exemplifica: “Tornou-se comum encontrarmos inúmeros homens morando na casa dos pais até os trinta, quarenta anos de idade, recusando de forma veemente enfrentar as responsabilidades de edificar sua própria família”. O pastor, que é líder da Igreja Cristã da Aliança, em Niterói (RJ), disse conhecer “vários homens que não atam, nem desatam”, numa referência a relacionamentos com propósito de constituir família. “Ensaiam namoros, noivados, mas, nunca tomam uma posição firme quanto ao casamento e muito menos sair de casa”, salientou. “Infelizmente os homens em questão por terem sido criados num invólucro protecionista, não desejam crescer, preferindo a meninice, desenvolvendo por conseguinte um comportamento do tipo adolescente, onde as mulheres que com eles se relacionam são enroladas por anos a fio”, criticou o pastor. Usando a Bíblia como argumento para sua observação, Vargens destaca que “as Escrituras nos ensinam que ao adentrar a fase adulta, o homem deve deixar pai e mãe e se unir a sua mulher (Gênesis 2:24-25)”. “A Bíblia incentiva os jovens a seguirem o curso da vida, contraindo matrimônio, constituindo família para a glória de Deus. Isto posto, penso que os pais precisam rever a forma com que têm criado seus filhos. Ademais, acredito também que a igreja precisa fornecer ferramentas as famílias a fim de que estas eduquem homens e não eternos ‘homeninos'”, sugeriu. Ao final, o pastor aconselhou os homens que leram suas críticas e se identificaram: “Enfrente a vida, saia debaixo da saia de sua mãe e cumpra o propósito estabelecido por Deus; Deixe para trás as coisas de menino, pare de pensar, sentir e agir como menino; Decida ser homem e viva para a glória de Deus, casando, gerando filhos, e constituindo família para a glória de Deus”, finalizou.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

Acuados, cristãos perseguidos oram e Deus envia leões para afugentar extremistas, diz missionário

Um pastor que atua como missionário no sul da Ásia narrou um maravilhoso testemunho de livramento vivenciado no último dia 16 de abril, domingo de Páscoa. Perseguido, viu suas orações respondidas de forma singular e pontual. Por questões de segurança, a agência missionária Bibles 4 MidEast identificou os dois pastores que têm seus nomes mencionados como Paul e Ayoob, afinal, eles são alvo de constante perseguição religiosa no país onde atuam. Paul, inclusive, já havia testemunhado outro livramento, quando um grupo de extremistas intolerantes organizou um apedrejamento contra ele, em represália aos batismos que ele realizou de novos convertidos na igreja que ele plantou na região. O missionário foi submentido recentemente a uma cirurgia e foi acolhido pelo pastor Ayoob, um cristão nativo que vive com a esposa, dois filhos e a mãe, de 80 anos, em uma casa escondida no meio da floresta. A decisão de Paul em se esconder na casa de Ayoob foi estratégica, já que os extremistas vinham fazendo reiteradas ameaças à sua segurança. Para apoiá-lo nesse momento delicado, os irmãos em Cristo da igreja local passaram a fazer visitas a ele, realizando reuniões de oração e louvor. “Os crentes me visitavam secretamente nesta casa da floresta e realizávamos reuniões de oração juntos. Fiquei lá por cerca de três semanas”, explicou o missionário. Os perseguidores, no entanto, vigiavam os fiéis e terminaram descobrindo onde o missionário estava escondido, e assim, invadiram a casa enquanto os fiéis cantavam e oravam. “No domingo passado, estávamos no meio de nossa reunião de oração com o Pastor Ayyoob liderando. De repente, um grupo de terroristas chegou à casa. Eles estavam armados com barras de aço e outros objetos para nos machucar. Não tínhamos ideia do que fazer naquele momento”, contou Paul, na carta enviada à agência missionária. “Meu Senhor ressurreto Jesus Cristo salvou minha vida mais uma vez, e eu louvo e agradeço a Deus por Sua graça indescritível! Certamente não sou digno disso”, testemunhou, antes de explicar o que houve quando eles estiveram diante da morte certa. “Todos nos unimos de mãos dadas e repetidamente louvávamos e agradecíamos ao nosso Senhor Jesus Cristo. Nós também continuamente clamamos pelo sangue de Jesus Cristo como nossa vitória. A mulher grávida sofria com dores, mas juntou-se a nós em nossos louvores ao Senhor”. “Perdendo toda a esperança, pensamos que aquele certamente era o nosso último dia. As crianças que estavam conosco começaram a chorar”, salientou, deixando claro que a convicção em Jesus não aplaca o terror do momento, mas oferece forças para se manter firme. Enquanto eles cantavam e oravam, um grupo de leões saiu da floresta e atacou os extremistas, que fugiram para salvar suas vidas. “Ó Senhor Jesus! Louvado seja o Seu Santo Nome. De forma completamente inesperada, um leão correu de dentro da floresta, saltou sobre os militantes e agarrou um deles pelo pescoço. Quando outros combatentes tentaram atacar o leão, mais dois leões correram em direção a eles”, relatou. “Os militantes aterrorizados fugiram do local e os leões também saíram dali, sem fazer nada contra nós […] O mais surpreendente é que, segundo registros, leões nunca haviam circulado por aquela floresta”, observou o pastor Paul. O evento repercutiu na região, e as autoridades obrigaram o missionário, o pastor Ayoob e sua família a deixarem a casa da floresta. Ore pela Igreja Perseguida ao redor do mundo. Muitos irmãos na fé enfrentam, diariamente, uma verdadeira guerra pela vida, e muitos morrem como mártires do Evangelho. Que Deus os sustente em Sua graça.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

terça-feira, 18 de abril de 2017

Donald Trump cumpre promessa de campanha e corta verba de clínicas de aborto nos EUA

A postura contra o aborto adotada pelo presidente Donald Trump desde a campanha eleitoral vem se consolidando e na última semana foi assinada uma lei que permite ao governo interromper o financiamento de clínicas de aborto. A principal rede de clínicas abortivas dos Estados Unidos, Planned Parenthood, vive envolta em escândalos, como o flagrante de venda para o mercado negro de tecidos e órgãos de bebês ainda em gestação. Trump sancionou a nova lei – aprovada com vantagem mínima no Congresso – em um evento a portas fechadas, segundo informações do jornal espanhol El País. Agora, o governo está livre de uma diretriz do ex-presidente Barack Obama, que impedia que os estados negassem recursos a hospitais e clínicas que praticam aborto. De forma geral, a legislação norte-americana já proibia o uso de verba pública para custear abortos, exceto em caso de estupro, incesto ou grave risco à saúde da mãe. No entanto, essas regras eram burladas, com as verbas sendo, oficialmente, destinadas para custear outras atividades. Uma pesquisa recente apontou que a maioria dos cidadãos norte-americanos, incluindo 48% dos filiados aos partidos, se opõem ao patrocínio que o governo fazia para a Planned Parenthood. Agora, há a expectativa de que outras clínicas da rede Planned Parenthood possam ser fechadas por falta de recursos. O vice-presidente Mike Pence vem sendo o principal articulador da ofensiva contra o aborto nos Estados Unidos. Quando era governador de Indiana, ele lançou o projeto de lei federal para cortar a verba das clínicas de aborto, e agora, ajudou no convencimento dos parlamentares para a aprovação. O anúncio da sanção da lei levou várias entidades de defesa da vida a celebrarem o gesto do presidente: “Dar prioridade à retirada de fundos da Planned Parenthood é uma vitória”, disse Marjorie Dannenfelser, presidente do Susan B. Anthony List, uma organização que se opõe ao aborto. “Esperamos que o Congresso continue com seus esforços para retirar recursos públicos [da organização] através da reforma do sistema de saúde”, acrescentou. Atualmente, a Planned Parenthood vinha recebendo do governo a bagatela de US$ 550 milhões (R$ 1,7 bilhão) anualmente, além de outros US$ 60 milhões (R$ 189 milhões) dos Estados para cobrir “gastos médicos”.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Pesquisador propõe clonar Jesus a partir do DNA de João Batista e de Tiago

A figura de Jesus movimenta os crentes em direção á fé, e os incrédulos, em direção aos estudos e pesquisas, seja para comprovar sua existência, ou em busca de provas que desmascarem a narrativa bíblica. Agora, cientistas europeus querem clonar Jesus a partir do DNA de João Batista. O geneticista George Busby, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, publicou um artigo em que garante que um grupo de cientistas está muito próximo de conseguir amostras de DNA de Jesus e, assim, tornar a clonagem possível. A busca dos pesquisadores é pela ossada de João Batista, primo de Jesus, e eles contam com o trabalho dos arqueólogos búlgaros Kazimir Popkonstantinov e Rossina Kostova, que alegam ter encontrado parte do esqueleto em uma escavação em uma antiga igreja em Sveti Ivan, uma ilha no Mar Negro. No texto, publicado na revista acadêmica The Conversation, Busby afirma que se for comprovado que os restos mortais pertencem a João Batista, será possível obter material que viabilizaria a clonagem de Jesus. “Eu fiquei interessado nas análises de DNA que podem nos dizer muito sobre esses ossos. Quando Kasimir abriu mais tarde o relicário, ele encontrou cinco fragmentos de ossos. O epitáfio encontrado na caixa menor era provavelmente usado para carregar os ossos de quando ele estava viajando e são as pistas chave da evidência que leva ele a acreditar que os ossos podem ser de São João Batista”, comentou Busby. A proposta da clonagem de Jesus não é nova, apenas o método proposto. Cientistas já especularam usar o santo sudário, tecido que teria sangue de Jesus, mas a Igreja Católica recusou. Agora, os avanços da ciência permitem que se tenha acesso à sequência de DNA de centenas de pessoas que viveram séculos atrás. Como comprovar se os ossos encontrados são de João Batista? Busby não tem a resposta definitiva, mas diz que os pesquisadores estão otimistas com o que descobriram até agora. “Esse achado é extremamente importante, parte porque João Batista era tanto discípulo de Jesus quanto seu primo, significando que eles podem compartilhar DNA”. O projeto do qual George Busby foi tema de um documentário produzido pelo History Channel, chamado The Jesus Strand, que foi ao ar nos Estados Unidos ontem, 16 de abril. O filme mostra que outros cientistas apoiam a metodologia escolhida para o sequenciamento do DNA, e também depoimentos de pesquisadores que extraíram amostras de DNA do santo sudário para pesquisas, e não clonagem. O documentário também mostra a equipe que trabalha no sequenciamento do DNA de um ossuário que seria de Tiago, irmão de Jesus. Os restos mortais foram encontrados com uma pedra do primeiro século, mas há controversas em torno do achado, já que não existem provas definitivas de que sejam realmente de Tiago. Nesse ambiente de incertezas, George Busby se mantém convicto: “Vamos supor que a contaminação poderia ser completamente descartada e que uma análise demonstrasse que o DNA do Sudário tem uma correspondência familiar com o DNA do Ossuário de Tiago e que ambos estão relacionados com os ossos achados pelos búlgaros. Não teríamos então o DNA de Jesus e de sua família?”, questionou no texto.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

sábado, 15 de abril de 2017

Estados Unidos lançam “mãe de todas as bombas” e destroem base do Estado Islâmico

O combate ao Estado Islâmico por parte dos Estados Unidos teve um novo capítulo nas horas finais da última quinta-feira, 14 de abril, quando os norte-americanos usaram seu maior armamento não nuclear contra o grupo terrorista no Afeganistão. O ataque, autorizado pelo presidente Donald Trump, matou 36 membros do grupo terrorista no distrito de Achin, província de Nangarhar, localizada na região leste do país. Não houve vítimas civis, de acordo com o porta-voz do Ministério da Defesa do Afeganistão, Muhammad Radmanish. Segundo informações da agência de notícias EFE, uma grande quantidades de munição e armas foram destruídas no bombardeio, que usou a chamada “mãe de todas as bombas”, apelido usado para se referir à GBU-43, que pesa 10 toneladas e mata com uma onda de pressão aérea. + Pronta para a guerra contra os EUA, Coreia do Norte movimenta mísseis nucleares A instalação destruída no ataque era de alta importância para o Estado Islâmico, segundo o setor de inteligência das Forças Armadas dos Estados Unidos. Dawlat Waziri, membro da Defesa afegã, afirmou que o grupo terrorista que começou a atuar no Afeganistão em 2015 usava esse esconderijo “para coordenar seus ataques terroristas em diferentes partes da província”, próximo à fronteira com o Paquistão.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Globo vai usar novela A Força do Querer, de Glória Perez, para popularizar ideologia de gênero

A TV Globo vem travando um embate com a maioria da sociedade ao usar suas novelas como porta-voz do pensamento “progressista”, e agora, o novo folhetim das 21h00, A Força do Querer, irá abordar questões ligadas à ideologia de gênero. A novela, escrita pela polêmica Glória Perez, estreou no dia 03 de abril, registrando bons indíces de audiência. Mas, em breve, uma personagem será usada para promover o debate sobre a ideologia de gênero, de acordo com informações do portal Uol. A atriz estreante em novelas Carol Duarte interpreta Ivana, que no começo da novela foi apresentada como uma menina sendo produzida pela mãe, Joyce – personagem de Maria Fernanda Cândido – com roupas de grife, colar de pérolas e salto alto, para ser modelo-mirim, capa de revistas. Na fase adulta, mostrada a partir de uma passagem de tempo de 15 anos, Ivana se torna uma pessoa completamente diferente, que passa a crer que é um homem nascido no corpo de uma mulher. “Ela tem dificuldade nessa ligação do corpo com a cabeça”, disse a atriz Carol Duarte, explicando o perfil do personagem escrito por Glória Perez, autora, dentre outras novelas, de O Clone (2001), Caminho das Índias (2009) e Salve Jorge (2012), que resultou em um bate-boca da escritora com evangélicos nas redes sociais. Gloria Perez disse que sua ideia é “criar uma empatia entre o público e os transgêneros” e “permitir que essas pessoas sejam olhadas com compreensão”, tornando a ideologia de gênero algo mais aceito pela sociedade. + “Não se deve ampliar a voz dos imbecis”, diz Gloria Perez sobre evangélicos “Novela no nosso país é algo que faz parte do nosso dia a dia. Então, à medida em que o folhetim se propõe a abordar uma questão, tenta abrir perguntas, e não fornecer respostas. Assim, a discussão se potencializa. Se a novela conseguir promover o debate, a missão está cumprida”, endossou Maria Fernanda Cândido. Travesti Além da personagem que se transformará em transgênero, a mesma novela mostrará um travesti que, de origem nordestina, será motorista de dia e transformista à noite. O ator Silvero Pereira dará vida ao personagem Nonato, cearense, que mudou-se para o Sudeste após ser expulso da cidade onde vivia, no Ceará. + Demônio que tirou Record da TV paga para o povo assistir novelas da Globo “Ele sai de sua cidade escorraçado, sua família não entende a necessidade que ele tem de se travestir. Como precisa do emprego de motorista, ele aceita trabalhar com esse homem homofóbico. Mais para a frente, seu patrão vai descobrir que ele não é Nonato, que ele é Elis Miranda, um artista transformista”, resumiu o ator Silvero Pereira.
O personagem travesti da novela A Força do Querer
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

Assustados com terrorismo muçulmano, evangélicos abrem campanha de oração pelo futuro presidente da França

O extremismo muçulmano em forma de terrorismo, na França, mobilizou os evangélicos do país em uma campanha de oração para que Deus abençoe o novo presidente do país, que será eleito no próximo pleito, previsto para os dias 23 de abril e 7 de maio. O pedido de oração se estende a todo os cristãos do mundo, já que o atual, François Hollande, é muito mal avaliado e já anunciou que não tentará a reeleição. A iniciativa, da Aliança Evangélica Europeia (EEA), é marcante, pois a entidade tem como princípio não s envolver em questões políticas. Em nota, a EEA salientou que “não é neutra com relação à importância de um bom governo, justo e que trabalhe por uma sociedade saudável”, e que as “atrocidades do terrorismo islâmico” vem aumentando, “levando inevitavelmente ao medo e também à divisão social”. A preocupação dos evangélicos franceses é que políticos com propostas de vigilância extremas e barreiras migratórias recebam apoio maciço do povo e sejam eleitos: “Isto está inevitavelmente influenciando o modo como alguns políticos falam e os eleitores pensam”, afirmou o documento, de acordo com informações do portal Christian Today. A nota divulgada pela EEA também abre um debate sobre “o quão laico o país deve ser”, pois esse princípio está se tornando, na prática, em restrição às liberdades religiosas. “O quanto a religião deveria ser permitida em público é algo vivamente debatido. E a liberdade de expressão sobre questões éticas como o casamento entre pessoas do mesmo sexo, sub-rogação, eutanásia ou aborto também estão sob ataque. O verdadeiro pluralismo religioso e a liberdade de expressão serão protegidos ou haverá mais restrições legais nesta sociedade já altamente secularizada?”, questionou. Os líderes da EEA chamaram atenção para as acusações de corrupção contra importantes líderes políticos franceses, como Marine Le Pen e François Fillon, vistos como “presidenciáveis”, e afirmou que tais revelações causaram “uma enorme desilusão entre os eleitores”. Por fim, os evangélicos ressaltaram que é importante que o futuro presidente do país “apoie a liberdade de religião e de expressão para todos” e “sirva ao bem comum de todos os habitantes e também permita à França desempenhar um papel positivo em nível europeu e mundial pela paz e pela liberdade”.
Fonte- Noticias Gospel Mais/Por-http://www.radionovaalianca.net/

Pronta para a guerra contra os EUA, Coreia do Norte evacua capital e movimenta mísseis nucleares

As tensões entre Coreia do Norte e Estados Unidos aumentaram consideravelmente nas últimas horas, e o ditador do país asiático, Kim Jong-un, sugeriu aos jornalistas estrangeiros que vivem por lá que “se preparem para um grande evento”. Um grande número de jornalistas está na capital Pyongyang para cobrir as comemorações do 105º aniversário de nascimento do fundador da dinastia que comanda o país, Kim Il Sung, no próximo sábado, 15 de abril. O evento, chamado “Dia do Sol”, é a maior data festiva na Coreia do Norte. Essa afirmação de Kim Jong-un é uma resposta à mobilização militar feita pelo presidente Donald Trump, que está enviando uma armada “poderosa” à península coreana. Há dois dias, o ditador norte-coreano disse que estava preparado para uma guerra contra os Estados Unidos, inclusive com o uso de bombas nucleares. Fotos de satélite teriam sido obtidas pelo portal 38 North, especializado na Coreia do Norte, estaria finalizando preparativos para seu sexto teste nuclear nesta quinta-feira, 13 de abril. A imprevisibilidade das ações de Kim Jong-un estão levando a comunidade internacional a considerar que uma guerra é iminente, já que o ditador teria ordenado a evacuação imediata de 25% da população da capital do país nesta quinta-feira. Segundo o portal Pravda Report, a evacuação é conduzida no contexto de extrema tensão nas relações com os Estados Unidos, e que a medida seria necessária porque os abrigos de bomba de Pyongyang não seriam capazes de acomodar toda a população da capital norte-coreana. Assim, 600 mil pessoas — a maioria indivíduos com antecedentes criminais — terão que deixar Pyongyang para permitir que outros usem abrigos anti-bombas da capital. A ordem contrasta com o aviso dado pelo ditador aos jornalistas estrangeiros para que “se preparem para um grande evento”. Perseguição a cristãos A Coreia do Norte é um dos piores países para um cristão viver, de acordo com a Missão Portas Abertas, que elabora, anualmente, uma lista de nações em que a perseguição religiosa é extrema e torna a dificílima a vida de um seguidor de Jesus Cristo. Um caso de intolerância ao cristianismo é o do pastor canadense Hyeon Soo Lim, de origem sul-coreana, que foi preso na Coreia do Norte em 2015 sob acusação de “prejudicar a dignidade do líder supremo”, o ditador Kim Jong-un. Ele foi condenado à prisão perpétua por “usar a religião para destruir a Coreia do Norte” e “ajudar na fuga de norte-coreanos”. Em uma entrevista à CNN, em janeiro de 2016, Soo Lim explicou que é obrigado a trabalhar oito horas por dia, seis dias por semana, e que seu trabalho consiste em cavar buracos em uma horta. Além disso, afirmou receber tratamento médico, três refeições diárias e estar aguardando a decisão das autoridades sobre a permissão para ler a Bíblia Sagrada.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Justiça torna Patrícia Lélis, que acusou Feliciano de estupro, ré por extorsão e denunciação caluniosa

Se condenada, a jornalista poderá cumprir pena que varia entre 6 e 20 anos de prisão
A Justiça de São Paulo aceitou a denúncia feita contra a jornalista Patrícia Lélis pelo Ministério Público (MP) após a Polícia Civil indiciá-la por denunciação caluniosa e extorsão contra o então assessor do pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP). O juiz Carlos José Zulian agendou o interrogatório de Patrícia Lélis para o próximo dia 25 de maio, às 15h00, assim como o depoimento das testemunhas do caso. Nessa ocasião, caso o magistrado entenda que o caso foi esclarecido e a jornalista é culpada, ele já poderá emitir a sentença. As penas previstas vão de 6 a 20 anos de prisão. A denúncia feita pelo MP e acolhida pela Justiça considera que Patrícia Lélis mentiu à Polícia Civil em agosto de 2016, quando alegou ter fugido de cativeiro preparado por Talma Bauer, então chefe de gabinete de Feliciano. Na mesma ocasião, acusou o pastor de estupro. O Boletim de Ocorrência, registrado no 3º Distrito Policial (DP), abriu a possibilidade de investigação do caso, e o ex-assessor chegou a ser preso em flagrante, mas após prestar depoimento, foi liberado. Durante a averiguação dos fatos, o delegado Luiz Roberto Hellmeister chegou à conclusão de que a jornalista havia mentido. De acordo com informações do G1, a 1ª Promotoria Criminal também acusou Patrícia Lélis de cobrar dinheiro de Bauer para gravar vídeos em São Paulo desmentindo a acusação de tentativa de estupro que ela fez contra o pastor Marco Feliciano. Segundo Bauer, o valor pago à jornalista foi R$ 20 mil, através de um amigo dela. + Caio Fábio diz ter sido procurado por Patrícia Lélis e recusado encontro: “Mulher bomba” A eventual condenação de Patrícia Lélis nesse caso não elimina a investigação feita pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o pastor Feliciano, no caso em que ela o acusa de tentativa de estupro em Brasília. O caso corre em segredo de Justiça, e as partes não podem comentar detalhes sobre o caso. No dia e hora em que a jornalista acusou o pastor pelo crime, Feliciano estava sendo recebido pelo ministro do Trabalho para uma reunião, e as câmeras da sede do Ministério o filmaram chegando ao local e saindo, posteriormente, para as sessões que a Câmara dos Deputados realizaria naquele dia. Prisão A Polícia Civil já havia pedido a prisão preventiva de Patrícia Lélis em setembro passado, quando ela foi indiciada por denunciação caluniosa e extorsão. No entanto, tanto o Ministério Público quanto a Justiça entenderam que tal medida era desnecessária. A defesa da jornalista, então, pediu a anulação do inquérito que a indiciou, mas a Justiça negou. + Patrícia Lélis diz ter conchavo com ministros do STF que julgarão Marco Feliciano Procurada pelo portal de notícias da Globo, a jornalista afirmou, por e-mail, que o delegado Hellmeister não tem uma conduta exemplar, e insinuou que isso tire sua legitimidade no caso. “O delegado que fez tal acusação carrega nas costas crimes bárbaros que aconteceram dentro da sua delegacia, como por exemplo o caso da Verônica Bolina, que foi brutalmente agredida dentro da própria delegacia”, escreveu, fazendo referência a um travesti que foi espancado em 2015. “Tenho testemunhas que estavam presentes na delegacia, que vão dar testemunho ao meu favor, dizendo sobre a conduta do delegado, e sobre os inúmeros xingamentos que se refere a mim”, acrescentou Patrícia Lélis, sem comentar com objetividade as acusações de denunciação caluniosa e extorsão. Uma das advogadas de Patrícia Lélis, Ana Ruas, afirmou que “a defesa confia no trabalho do judiciário, que fará uma análise pormenorizada dos fatos, respaldado nas provas devidamente produzidas durante a instrução criminal, sempre sob o crivo do contraditório e assegurados os princípios constitucionais assegurados pelo estado democrático de Direito”. Ana Ruas divide a tarefa de defender Patrícia Lélis com a advogada Livia Novak, e reiterou sua confiança de que o caso será julgado de forma justa: “Vamos esperar o judiciário, que é ele que tem o poder de julgar o certo e o errado nesse momento”, concluiu Ruas.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por-http://www.radionovaalianca.net /

Acidente em rodovia federal mata cantora gospel e família

Um acidente de trânsito ceifou a vida da cantora Tais Mendes e outras quatro pessoas na rodovia BR-349, no último domingo, 09 de abril, por volta das nove da manhã. Tais Mendes era uma cantora goiana, membro da Assembleia de Deus Ministério Madureira, na congregação liderada pelo pastor José Gouvêa, em Vila Nova (GO). No carro estavam o marido da cantora, Marcos Paulo, sua filha de quatro meses, sua mãe e sua sogra. De acordo com informações do portal JM Notícia, o carro onde a cantora e a família viajavam foi atingido por outro veículo que trafegava na direção oposta. Até onde se sabe, o motorista perdeu o controle da direção e atingiu o carro. Na colisão, a bebê de quatro meses foi jogada para fora do carro e um incêndio levou todos os ocupantes a óbito.
Veículo foi completamente destruído na colisão e incêndio posterior
Um amigo da família chamado Alisson Aragão afirmou que Tais Mendes viajava para cumprir agenda nas cidades de Santa Maria e Javi, no estado da Bahia. “Eles estavam a serviço da obra missionária. Ela tinha agenda na igreja do pastor Gilvan, lá na cidade de Javi”, disse. [ATUALIZAÇÃO] O velório da família está sendo realizado no templo da igreja Assembléia de Deus Madureira – Campo de Vila Nova, Setor Grande Retiro, desde as 23h00 da última terça-feira, 11 de abril. O pastor e deputado federal João Campos (PRB-GO) teria auxiliado os familiares nos trâmites para liberação dos corpos. Um caminhoneiro que vinha logo atrás do veículo que causou a colisão viu o acidente, e reiterou as informações iniciais de que esse veículo invadiu a pista contrária, bateu de frente com o carro da cantora, que logo em seguida pegou fogo. Existe a suspeita de que o motorista do carro desgovernado estivesse embriagado, e o velocímetro teria ficado travado em 180 km/h, velocidade muito acima da permitida. Ouça a música “Pensamentos”, de Tais Mendes:
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por-http://www.radionovaalianca.net/

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Bomba Cantor gospel espanta evangélicos Wagner Roberto, cantor evangélico, com dezenas de discos gravados e algumas décadas de sucesso no meio cristão, continua se apresentando em pequenas igrejas.

Wagner Roberto, cantor evangélico, com dezenas de discos gravados e algumas décadas de sucesso no meio cristão, continua se apresentando em pequenas igrejas.
Wagner Roberto, cantor evangélico, com dezenas de discos gravados e algumas décadas de sucesso no meio cristão, continua se apresentando em pequenas igrejas. Não pondo nenhum empecilho pra adorar a Deus mesmo nos lugares mais humildes. Não se tem notícia de que cobra cachê - No entanto, suas canções são cheias de unção de Deus.
Pergunto: o que Cristo faria numa situação como esta? Ops! Não tenho dúvidas – Cristo jamais comercializaria a fé e a adoração. Deus não divide a sua Glória com ninguém [Is 42,8], lembremos! Cristo falou sobre o perigo da idolatria. Ele conhecia o “ponto fraco” daquele jovem rico e religioso quando replicou: “Vai, vende tudo quanto tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, toma a tua cruz e segue-me. Mas ele pesaroso desta palavra, retirou-se triste porque possuía muitas propriedades” [Mc 10:21-22]. Tenho a séria impressão de que alguns cantores anda desatento para o perigo dela; atitudes como estas deixam mais do que claro que o seu alvo não está sendo Cristo e sim algo relacionado a… números, contratos, valores e glória para si!
Fonte-Jesus me defenda / Por- http://www.radionovaalianca.net/

Atentado do Estado Islâmico contra cristãos no domingo de Ramos deixa dezenas de mortos

Dois novos atentados terroristas do grupo Estado Islâmico contra igrejas cristãs no Egito foram registrados no último domingo, 09 de abril. Como consequência, o governo do país decretou estado de emergência. A decisão do presidente egípcio Abdel Fattah al-Sisi tem como objetivo “proteger o país e preservar [sua segurança]”. O decreto prevê a duração do estado de emergência por três meses, mas está sujeito à aprovação do Parlamento, que é obrigado se pronunciar sobre o caso em até uma semana. Os atentados ocorridos em duas igrejas da tradição copta deixaram, pela contagem inicial, 44 mortos e mais de 100 feridos, de acordo com informações do portal Correio 24 Horas. O presidente do Egito salientou que as forças de segurança vão “intensificar seus esforços para punir os criminosos” responsáveis pela barbárie. “O ataque… só vai endurecer a determinação [dos egípcios] para avançar em sua trajetória para realizar segurança, estabilidade e desenvolvimento integral”, afirmou o presidente, acrescentando que a comunidade internacional “tem que castigar os países que apoiaram o terrorismo e criaram a ideologia [terrorista] e trouxeram combatentes de todo o mundo”. Terror A perda de territórios no Iraque e Síria forçou os terroristas do Estado Islâmico a migrarem para regiões do Egito, onde eles têm perseguido e matado cristãos dia após dia, impunemente. Os cristãos no país seguem a tradição copta, em sua maioria, mas representam uma pequena parcela da população em geral. No ataque deste domingo, uma bomba explodiu na igreja de Saint George, em Tanta, no Delta do Nilo. Horas depois, uma explosão atingiu a Catedral de São Marcos, em Alexandria, sede histórica da cristandade no país. O papa Tawadros II, patriarca da igreja copta, havai acabado de celebrar uma missa em alusão ao domingo de Ramos – que marca o início da semana santa -, e escapou ileso. Autoridades vasculharam o local e descobriram uma segunda bomba, que não foi detonada, e a desativaram. + Pastor e padre explicam diferenças da Semana Santa para católicos e evangélicos Repúdio O presidente Michel Temer (PMDB) usou seu perfil no Twitter para expressar desprezo pelo ato de terror do Estado Islâmico e lamentar as mortes. “Repudiamos toda forma de intolerância religiosa e de extremismo violento. Nossa solidariedade às vítimas e seus familiares”, escreveu o presidente. Uma nota oficial do Ministério das Relações Exteriores também manifestou repúdio e profunda consternação com os fatos: “Ao expressar suas condolências às famílias das vítimas, seus votos de plena recuperação aos feridos e sua solidariedade com o povo e o governo do Egito, o Brasil reitera sua condenação a todo e qualquer ato de terrorismo, independente de sua motivação”.
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

sábado, 8 de abril de 2017

Projeto social de igreja constrói e reforma casas de famílias carentes, independente de religião

A presença da Igreja na sociedade pode ser percebida de várias formas, e muitas delas, equivocadas. Mas uma denominação resolveu fazer-se notada de uma maneira que traduz o conceito de amor ao próximo do Evangelho de forma concreta, literalmente. A denominação evangélica liderada pela pastora Luciene Lima, em Campo Grande (MS) toca o projeto De Coração, que há três anos contrói ou reforma casas de famílias humildes, de graça, sempre com material doado, e sem fazer distinção religiosa. Uma das famílias beneficiadas foi a família Trigueiro, que às vésperas do natal do ano passado, perdeu todos os bens materiais em um incêndio. Sem dinheiro para reconstruir ou comprar outra casa, a família foi acolhida por uma vizinha, chamada Fabiana. Dalva Trigueiro foi entrevistada pelo telejornal MSTV, da TV Morena, e contou que os voluntários da igreja evangélica souberam de seu caso por terceiros, e mesmo não conhecendo ela e sua família, reconstruíram sua casa nesse começo de 2017. “Colocaram balcão, providenciaram mármore, um fogão novo, os armários. Nossa, é muita emoção”, disse dona Dalva. “Eu queria que todo mundo tivesse essa oportunidade que eu tive, de dignidade, de esperança. Porque são pessoas que, sem nem conhecer a gente, nos ofertaram”, acrescentou, destacando que foi beneficiada inclusive com mobília. A vizinha que abrigou dona Dalva e família, Fabiana, também se tornou alvo do projeto, e agora está tendo sua casa reformada e ampliada, para que tenha dois quartos, sala, cozinha e banheiro.“Era o que eu precisava. Era o meu sonho ter minha casa reformada. Fiquei muito feliz. Estou ansiosa para ver como vai ficar depois de pronta. Estou muito ansiosa”, comentou a vizinha. Um dos envolvidos no projeto é o pedreiro André Anjos, que há cinco meses ajuda na prática as famílias que precisam de uma casa: “É muito maravilhoso. Eu sinto uma alegria indescritível de colaborar com esse projeto”, disse ele, visivelmente emocionado. A pastora Luciene, responsável pela coordenação do projeto, relembrou os primeiros passos da iniciativa e revelou que as doações vêm de diferentes locais: “Eu comecei fazendo quartinho para crianças. Cada vez que fazia uma coisa, ia ficando maior. Eu tenho muitos parceiros. Parceiros que eu até não conheço, que me ligam e falam: pastora, eu tenho tal coisa, um piso. Às vezes nós saímos mais felizes que as pessoas, porque elas ficam chocadas, e não sabem como reagir. Nós saímos chorando”, disse.
Fonte- Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

Andressa Urach no The Noite: “Deus me deu uma segunda chance para mudar de vida”; Assista

A ex-modelo Andressa Urach concedeu uma entrevista ao apresentador Danilo Gentili, no The Noite, e falou sobre seu passado e processo de conversão e mudança de vida. Agora recuperada de um grave problema de saúde, ela considera que recebeu uma segunda chance. No final de 2014, Andressa esteve entre a vida e a morte por causa dos excessos cometidos em nome da vaidade, além de quase perder as pernas devido a uma grave infecção. Quando sentiu que sua vida terminaria ali, disse ter vivido uma experiência sobrenatural que a tirou da incredulidade. “No momento da cirurgia eu estava deitada na maca e vi minha alma saindo do meu corpo. Lembro de subir para um lugar muito claro e silencioso. Eu senti uma paz e toda aquela dor tinha saído. Passou um filme de tudo de errado que eu fiz e eu sabia que estava condenada ao inferno”, contou. Andressa Urach foi questionada por Danilo se essa experiência não era um delírio: “Eu tenho certeza que foi real. Eu pedi para Deus me dar uma segunda chance e cuidar do meu filho. Eu vi uma luz muito brilhante — que eu sei que era Deus — e Ele disse: ‘Vou deixar você voltar, mas você vai ter que fazer tudo diferente’. E eu voltei”, respondeu. Antes da conversão, Andressa nutria desprezo pelos parentes que eram evangélicos e pela fé deles: “Eu debochava muito de Deus, nunca imaginei estar dentro de uma igreja. Deus sabe o quanto eu me arrependo, mas eu não posso mudar o meu passado”. Passado A jornada da qual Andressa Urach se envergonha começou com o fim de seu casamento. As dificuldades financeiras a levaram a optar pela prostituição e busca pela fama a todo custo. “Hoje eu falo do meu passado para ajudar outras pessoas. Deus conhece o meu coração e sabe que eu não fiz esse livro com a intenção de ganhar dinheiro, minha intenção foi salvar almas. Infelizmente, muitas pessoas não acreditam [em Deus] e vão ter que chegar no fundo do poço para acreditar”, lamentou. Acostumada aos aplausos de quem admirava o corpo que ela exibia despudoradamente, a ex-modelo disse que hoje é criticada por ter mudado de vida: “O que é mais triste é que quando eu fazia tudo errado, as pessoas me aplaudiam. Hoje que eu decidi ter uma vida reta e ser uma pessoa melhor, eu sou muito mais julgada do que antigamente”. Agora, casada novamente com seu primeiro marido, Andressa se dedica a cuidar da família e abriu um canal no YouTube, onde compartilha receitas de culinária: “Eu não acreditava que eu poderia mudar desde as coisas mais simples. Esse grupo resgata esses valores. Eu comecei a me apaixonar pela culinária e até mesmo iniciei um curso de gastronomia”, revelou. Além da vida como esposa e mãe, ela se dedica a projetos sociais da Igreja Universal do Reino de Deus, como evangelismo em presídios e distribuição de marmitex para moradores de rua. Assista a entrevista na íntegra:
Fonte- Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Trump ordena bombardeio contra Síria após ditador realizar ataque com gás letal contra civis

"Pedimos sabedoria a Deus para encarar o desafio de nosso próprio mundo problemático e oramos por todas as vidas dos feridos e daqueles que morreram", disse Donald Trump
Um bombardeio realizado pelos Estados Unidos contra uma base aérea da Síria na noite da última quinta-feira, 06 de abril, pode marcar o início de uma nova guerra, uma vez que a Rússia, histórica opositora dos americanos, é aliada militar e política do governo sírio. A ação militar ordenada pelo presidente Donald Trump foi uma resposta a um ataque feito com armas químicas contra uma região controlada por rebeldes sírios, que se opõem ao presidente do país, Bashar al-Assad, considerado um ditador. No ataque, a Marinha americana disparou 59 mísseis Tomahawk em direção à base aérea de onde teria decolado a aeronave que atacou os rebeldes sírios com o gás sarin, uma arma química letal. De acordo com informações do telejornal Bom Dia Brasil, da TV Globo, a Síria confirma seis mortes no bombardeio dos Estados Unidos. Os mísseis atingiram a base de Al Shayrat por volta das 21h40, no horário de Brasília, 4h40 na hora local da Síria. Jeff Davis, porta-voz do Pentágono, informou que os mísseis foram lançados dos destróieres USS Porter e USS Ross contra “aeronaves, abrigos de aviões, áreas de armazenamento de combustível, logística e munição, sistema de defesa aérea e radares”. Donald Trump fez um breve comunicado explicando o motivo que o levou a ordenar o ataque, e frisou que considera inaceitável o uso de armas químicas pelo governo sírio contra civis, e que isso violava um acordo assinado pela Síria para eliminar as armas químicas de seu arsenal. Confira a íntegra do discurso do presidente Donald Trump: Na terça-feira, o presidente da Síria, Bashar Al-Assad, conduziu um ataque químico horrível usando um agente nervoso mortal. Assad sufocou homens, mulheres e crianças inocentes. Foi uma morte lenta e brutal para muitos. Até mesmo lindos bebês foram cruelmente assassinados neste ataque bárbaro. Nenhum filho de Deus deveria jamais sofrer horror tão terrível. Nesta noite, eu ordenei um ataque militar direcionado a alvos da força aérea da Síria de onde os agentes químicos foram disparados. É vital para a segurança nacional norte-americana prevenir e deter a proliferação e o uso de armamentos químicos fatais. Não pode haver dúvida sobre se a Síria usou ou não armas químicas proibidas, se violou suas obrigações sob a Convenção de Armas Químicas e se ignorou os apelos do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Inúmeras tentativas foram feitas para mudar o comportamento de Assad, e todas falharam. Como resultado, a crise dos refugiados continua a se agravar e a região continua a se desestabilizar, ameaçando os Estados Unidos e seus aliados. Nesta noite, eu convoco todas as nações civilizadas a se juntarem a nós e perseguirem o fim da matança e do derramamento de sangue na Síria, e também a acabar com todas as formas de terrorismo. Pedimos sabedoria a Deus para encarar o desafio de nosso próprio mundo problemático. Oramos por todas as vidas dos feridos e daqueles que morreram. E esperamos que, enquanto a América defender a justiça, a paz e a harmonia, elas vão prevalecer no fim. Boa noite e Deus abençoe a América e o mundo inteiro.
Fonte- Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Deputado encerra campanha de sete voltas no Congresso ao som de shofar: “O governo do ímpio caiu”

O deputado federal cabo Daciolo (PTdoB-RJ) concluiu sua campanha de sete voltas em torno do Congresso Nacional para derrubar a corrupção no país e garantiu que “o governo dos ímpios caiu por terra”. O parlamentar realizou um culto na rampa de acesso ao Congresso e afirmou que “a guerra é espiritual, mas o meu Deus é maior” e transformará o centro do poder no país: “O nosso Deus nos dá autoridade e todo poder do inimigo”, acrescentou. Na reunião, os presentes fizeram orações ao som de um shofar, numa alusão à trombeta usada pelo povo hebreu em Jericó, e falaram em línguas. Daciolo citou algumas passagens das Escrituras e repreendeu “toda a fúria de Satanás em nome de Jesus”, para que seja estabelecido o “governo do justo”. Essas declarações ocorrem em um momento que, novamente, as instituições do país estão sendo postas à prova, já que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) iniciou o julgamento das contas da chapa Dilma-Temer, e ao final, o colegiado poderá cassar o mandato do atual presidente, o que resultaria em novas eleições, indiretas, para um mandato tampão até dezembro de 2018. Confira o vídeo do fim da campanha de Daciolo, inspirada na tomada de Jericó por Josué e o povo hebreu:
Fonte-Noticias Gospel Mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Jovem terrorista preso diz que trabalhou com o Estado Islâmico em plano para matar o papa Francisco

O papa Francisco foi alvo de um plano de um jovem terrorista americano, que chegou a organizar uma ação com o Estado Islâmico que terminasse com o assassinato do pontífice católico. A notícia do plano de um jovem norte-americano foi revelada na última terça-feira, 04 de abril, pelos procuradores federais dos Estados Unidos. A ideia dos terroristas era executar o papa durante uma missa pública que ele celebrou na Filadélfia em setembro de 2015. O jovem terrorista e simpatizante do Estado Islâmico foi identificado como Santos Colon, de 17 anos. Segundo informações da agência Reuters, ele admitiu em um tribunal federal de Camden, em Nova Jersey, que iniciou a conspiração, comum franco atirador, para matar o papa e, em sequência, detonar explosivos nas áreas próximas à missa. Em seu depoimento na última segunda-feira, Colon revelou que manteve contato com uma pessoa que se mostrou disposta a ser o atirador entre os dias 30 de junho e 14 de agosto de 2015, porém, esse “voluntário” era um agente do FBI infiltrado na célula terrorista. A prisão do jovem foi feita no mesmo ano. “Colon se dedicou ao reconhecimento do alvo juntamente com uma fonte confidencial do FBI e instruiu a fonte a adquirir materiais para fabricar artefatos explosivos”, disseram os procuradores. + Estado Islâmico quer decapitar o papa e causar o Armagedom, diz especialista Colon, que é cidadão norte-americano, nascido em Lindenwold, Nova Jersey, foi acusado como adulto pela tentativa de fornecer apoio material a terroristas, e pode receber uma pena de 15 anos de prisão, com multa de até US$ 250 mil. A rede de televisão NBC News noticiou que os procuradores afirmram que Colon admitiu que o complô foi inspirado pelo Estado Islâmico. A investigação ainda está em andamento, mas a condenação de Colon é dada como certa.
fonte-noticias gospel mais/Por- http://www.radionovaalianca.net/